Governo francês cria plano de emergência para LGBTs desabrigados durante pandemia

Governo francês cria plano de emergência para LGBTs desabrigados durante pandemia

Be first to like this.

O governo francês anunciou na sexta-feira, 24, um plano de emergência para ajudar lésbicas, gays, bi e trans no contexto da atual crise da pandemia de Covid-19, especialmente os que estão sem moradia.

“Muitos jovens estão vivendo no inferno” , disse Marlène Schiappa, Secretária de Estado para a Igualdade entre Homens e Mulheres em entrevista ao le Parisien, “ou porque estão confinados a pais homofóbicos que não sabem que seu filho é gay, bi ou lésbica, ou porque já se assumiram e experimentam perseguição real em suas casas”.

A Secretária liberou 300.000 euros para financiar 6.000 noites de hotel durante o confinamento a fim de promover proteção de jovens que enfrentam violência homofóbica. Ela também confirmou que as pessoas LGBTs podem dar o alerta em farmácias ou por SMS.

Marlène Schiappa, Secretária de Estado para a Igualdade entre Homens e Mulheres

O órgão também informa que solicitou uma aceleração em uma linha telefônica de SOS Homofobia ante existente, mas encerrada devido a dificuldades técnicas.

Esta semana, o governo francês liberou € 50.000 para um aplicativo lançado na manhã de sexta-feira pela associação de policiais LGBT, a FLAG!, que visa denunciar atos de violência.

A associação enfatizou em um comunicado que o número de queixas de homofobia registrado pela polícia “de forma alguma reflete a realidade” porque muitas vítimas não registram queixas por medo de serem expulsos de casa.

Quantcast