PM gay sofre ataque homofóbico e leva caso à justiça

PM gay sofre ataque homofóbico e leva caso à justiça

Be first to like this.

Soldado da Polícia Militar de Brasília, Wallace Ferreira Pereira, e o seu namorado Mauro Ximenes, foram alvo de ataques homofóbicos nas redes sociais e já prometeram levar o caso à justiça contra todos os envolvidos. Quem publicou o caso foi a Revista Fórum.

Em uma postagem no Facebook, um usuário publica foto do servidor em exercício e outra com ele ao lado do namorado comparando antigos servidores da segurança pública e os atuais: “Antigamente só tinha PM barrigudão que comia PF de arroz com feijão e torresmo naqueles botequins pé sujo. Aí a PM começou a exigir faculdade e começaram a chegar uns caras que não comem carne gordurosa porque faz mal, só bebem suco Detox e acham que têm a bunda mais bonita que a das mulheres. Só podia dar nisso”, escreveu.

Wallace publicou em seu Instagram um vídeo comunicando que irá tomar as devidas providências. “Nada vai ficar em vão. Isso não vai prejudicar minha, vida, minha rotina. Mas o que aconteceu comigo, pode acontecer com qualquer outro. Isso não pode ficar impune. O resultado vai ser muito ruim para quem começou isso e para quem está compartilhando”, disse.

Related Stories

Cantora trans Candy Melody da Banda Uó sofre transfobia em aeroporto
Marido de prefeito sofre homofobia ao usar camisa do Corinthians nas redes sociais
Transexual sofre tentativa de estupro e vídeo de pedido socorro viraliza
Caso de homofibia em bar da Praça Roosevelt acaba em sangue
Quantcast