Sam Smith descreve sua primeira experiência gay como “traumática”

Sam Smith descreve sua primeira experiência gay como “traumática”

Be first to like this.

Sam Smith fala sobre sua primeira experiência gay para a matéria da Gentleman’s Quarterly June, que saiu no último dia 1. Na entrevista que acompanha o editor de notícias e reportagens da British GQ, David Levesley, o cantor descreveu suas primeiras experiências sexuais em sua juventude como “traumáticas”.

Ele também revelou que, depois de se assumir como não-binário no início deste ano, que seu pronome preferido é ele. No entanto, quando ele não se sente “masculino” ou “feminino”, ele se fica “deprimido e triste”.

Smith é uma das cinco estrelas de capa da publicação de moda para marcar seu evento inaugural GQ Heroes. A GQ nomeou Smith na categoria cantor da cimeira. Smith falou abertamente sobre suas primeiras experiências sexuais quando se mudou para Londres. “Aquelas primeiras experiências não foram muito gentis. Eu não estava machucado, não era nada horrível, mas era traumático”.

“Não foi um bom acolhimento em minha vida sexual e minha vida como um jovem. Eu acho que definitivamente atrapalhou minha crença no amor às vezes. Essa foi provavelmente a primeira vez que comecei a sentir tristeza. Não foram orgias, foi apenas uma vida muito diferente da que conheci no campo. Estava escuro às vezes”.

Quantcast