Programa Municipal de DST/AIDS fará testagem rápida de HIV durante campeonato de futebol LGBT

Programa Municipal de DST/AIDS fará testagem rápida de HIV durante campeonato de futebol LGBT

Be first to like this.

O Programa Municipal de DST/AIDS (PM DST/AIDS), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo, realizará ação de testagem rápida de HIV na próxima sexta-feira (1º) durante campeonato de futebol LGBT. A competição é promovida pelo Hornet, a maior rede social gay do mundo.

Este é o segundo ano da competição, que pretende reunir cerca de 2.000 pessoas em uma arena de eventos na Lapa, na zona oeste da capital paulista. “A população LGBT é uma das mais vulneráveis à infecção pelo HIV, principalmente os gays, homens que fazem sexo com homens e pessoas trans”, diz Cristina Abbate, coordenadora do PM DST/AIDS. “Estar nesse evento é apoiar a diversidade, oferecer mais uma oportunidade de local para testagem, de distribuir camisinhas gratuitas e de deixar a prevenção mais próxima às pessoas”, finaliza.

Os testes são de coleta de fluido oral, sem a necessidade de sangue, e também de metodologia rápida, com resultados em apenas 20 minutos. Para realizar o exame, é preciso preencher um breve cadastro, fazer a coleta e aguardar pela resposta, dada por um profissional da saúde em uma sala isolada. Todo o processo é sigiloso, gratuito e seguro.

A atividade de testagem acontecerá na unidade móvel do programa, que vai oferecer ainda preservativos gratuitos e gel lubrificante. Os profissionais também orientarão o público sobre prevenção às infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

 

Prevenção na Pré-Parada

 Essa ação de testagem na Taça Hornet faz parte da programação das ações de prevenção do PM DST/Aids Pré-Parada LGBT.

Um dia antes ao campeonato, a unidade móvel do programa estará no Vale (Parque) do Anhangabaú, no centro da cidade, também oferecendo camisinhas gratuitas, informações de prevenção e testes rápidos de HIV durante a 18ª Feira do Orgulho LGBT, realizada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBTSP). A atividade acontecerá das 10h às 16h.

Nessa semana, banners com mensagens de prevenção às ISTs/Aids também serão instalados na avenida Paulista. São temas como os preservativos gratuitos, as Profilaxias Pós e Pré-Exposição ao HIV e a Prevenção Combinada ao vírus. Todas essas formas de prevenção estão disponíveis gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS) da capital paulista. Há ainda um painel sobre a pesquisa “A Hora É Agora-SP” (ahoraeagora.org/sp), que está distribuindo autotestes de HIV na cidade de São Paulo para homens gays e HSHs, maiores de 18 anos e moradores da capital paulista.

O Programa de DST/AIDS da capital também firmou parcerias com estabelecimentos estratégicos para a distribuição de preservativos nesses ambientes, bem como divulgação de materiais de comunicação sobre os autotestes gratuitos de HIV da pesquisa “A Hora É Agora-SP”. Em partes desses locais acontecem festas temáticas da Parada e a maior parte dos frequentadores é o público-chave das ações.

Na 22ª Parada do Orgulho LGBT, agentes de prevenção do PM DST/AIDS farão a distribuição de camisinhas gratuitas, bem como conversarão com o público sobre formas de prevenção às ISTs/AIDS. Esta ação acontecerá das 10h às 17h, na avenida Paulista.

O órgão terá ainda três tendas instaladas em frente aos parques Trianon e Mário Covas e ao Conjunto Nacional. Acima de cada tenda haverá testeiras e blimps (balões infláveis) que indicam a presença do programa de DST/AIDS no local.

Related Stories

Edição de outubro do Ensaios Perversos traz bate-papo com Doutora Drag, performances e festa virtual
Parlamentar canadense aparece pelado em videoconferência da Câmara
Léu Vieira, ex de suspeito de matar filhos em incêndio faz desabafo comovente
Estudo de vacina preventiva ao HIV busca voluntários no Brasil
Quantcast