Projeto Luxúria
Projeto Luxúria

Projeto Luxúria completa 12 anos e comemora com edição especial

Projeto Luxúria, idealizado pelo estilista e produtor cultural Heitor Werneck, completa 12 anos e pode causar estranhamento em algumas pessoas. Werneck foi um dos primeiros punks no Brasil e após passar um tempo estudando fora, foi acolhido pelo Madame Satã, casa noturna que marcou o cenário noturno da capital paulista na década de 80.

Mais tarde, à frente da grife Escola de Divinos, Heitor criou figurinos de novelas como Vamp, e conseguiu levar com naturalidade para a casa do brasileiro um tema que até hoje, quase três décadas depois, ainda é tabu: o fetiche.

Para Heitor Werneck, o fetiche extrapola as barreiras do desejo sexual, estando presente também na moda, na cultura, no dia a dia da pessoa. E assim como o próprio estilista, o fetiche precisa ser conhecido mais a fundo para que preconceitos não sejam estabelecidos.

“O Luxúria foi uma terapia. Uma forma de eu me segurar à vida com prazer”, afirma o produtor cultural. Heitor se refere a uma festa que promove desde 2006 em São Paulo, cujo tema principal é o fetiche. Já que ele sempre levou a ideia como estilo de vida, por que não levar o gosto mais a sério, como sugeriu uma amiga? Mas esta não foi a única mudança em sua vida.

Como o próprio nome já diz a festa traz à tona os 7 pecados capitais, tendo a Luxúria como principal deles. Trata-se de uma festa fetichista, onde predomina o couro, látex, BDSM, bondage, podolaria etc. A principal proposta da festa “Projeto Luxúria” é a volta do “dress code”, incentivando o público a usar roupas temáticas, com referências sadomasoquistas, circenses, militares e fantasias de couro ou látex.

No sábado, 04 de agosto, a partir das 23h59, Heitor Werneck convida a todos para participarem da comemoração de 12 anos do projeto Luxúria 12 anos que contará com a eleição do “Melhor Dress Code”, além de apresentações circenses.

Quem for criativo no dress code tem desconto na entrada – tendo o nome na lista, confirmando a participação através deste evento, os 50 primeiros pagam R$60 consumíveis até às 2h. Também estaremos recebendo doação de 1kg de alimento não perecível ou produtos de higiene pessoal que serão doados para a Casa Florescer, que acolhe e cuida de travestis e mulheres transexuais no município de São Paulo.

 

Serviço:

Entrada proibida de jeans

Sem dress-code r$150 entrada ou r$200 consumo

Dress-code no tema r$60 entrada ou r$100 consumo

Amigos do luxuria r$50 entrada ou r$70 consumo

Nomes e informações na listaluxuria@gmail.com

Estacionamento ao lado

Local: Rua Aurora, 710