Tiffany Pollard se defende de transfobia sendo mais transfóbica ainda

Tiffany Pollard se defende de transfobia sendo mais transfóbica ainda

Be first to like this.

Depois do ataque transfóbico contra um dos concorrentes no reality show One Mo ’Chance, Tiffany Pollard voltou mais uma vez ao poço anti-trans em um comunicado que ela divulgou nas redes sociais.

Em um episódio do show em 13 de dezembro, que mostra mulheres competindo para ganhar o coração do rapper Kamal “Chance” Givens, Pollard enfrenta uma das mulheres, Tiffany Walker. A tarefa de Pollard era garantir que as competidoras se encaixassem bem em Givens.

“Você não foi muito acessível comigo”, Pollard inicia a conversa. “Você não lançou nenhuma luz sobre as perguntas que eu tinha e sinto que você tem um problema, e acredito que você seja um homem.”

Walker, que é cisgênero, ficou chocada. “Hum… eu sei que não”, respondeu ela. Pollard perguntou sobre os órgãos genitais de Walker e depois a mandou para casa porque ela sentia que Walker não se incomodava com as perguntas ou defendia seu gênero o suficiente.

Depois que fãs e espectadores começaram a reclamar de Tiffany Pollard por sua transfobia sem sentido, ela fez uma declaração no Instagram tentando se defender.

“Eu não tenho um osso transfóbico no meu corpo”, disse Pollard no vídeo. “Eu amo e respeito todos na comunidade. Vocês sempre aparecem e se mostram para mim. E o amor é real.”

Ela passou a explicar que a mulher não era trans e, portanto, não era transfobia (não é assim que funciona). Ela também se defendeu dizendo que é regularmente chamada de homem quando sai em público (não é uma desculpa).

Related Stories

Não, uma chupada de outro cara não faz de você gay
Luisa Marilac vira assunto entre celebridades transfóbicas, confira toda a história
Técnico Bernardinho chama jogadora Tiffany do vôlei de “homem”, assista
Tyler Posey confessa no Instagram: “sim já chupei o pa** de uns caras”
Quantcast