Trabalhadores LGBTI imigrantes
Trabalhadores LGBTI imigrantes

Trabalhadores LGBTI imigrantes saem em busca por direitos em Hong Kong

Número de trabalhadores LGBTI imigrantes em Hong Kong aumentou em 70% nas duas últimas décadas. As informações são do site Gay Star News. Agora, mais de 584.000 pessoas representam a minoria étnica, segundo o recenseamento de 2016 de Hong Kong.

Filipinos e indonésios compunham a grande maioria, sendo 184.081 e 153.299, respectivamente. Muitos trabalhadores imigrantes em Hong Kong são ajudantes domésticos, cujos contratos não oferecem o mesmo nível de proteção que os residentes de Hong Kong, como proteção contra a deportação, caso denunciem abuso por parte dos empregadores.

A marcha começou em Edimburgo Place (Prefeitura) e passou por grandes marcos para a comunidade filipina antes de terminar com o programa principal na Chater Road. Os participantes gritavam slogans para saudar a multidão de trabalhadores imigrantes que também estavam na área em seu dia de folga. A marcha recebeu milhares de pessoas, mas os números não foram confirmados.

Trabalhadores LGBTI imigrantes

Todos os domingos, a central passa por uma transformação, do coração financeiro de Hong Kong repleto de trajes de negócios a um centro movimentado para trabalhadores migrantes se socializarem. A marcha continuou durante todo o dia na Central, com apresentações e performances. O tema deste ano foi Orgulho, Liberdade e Mudança, os manifestantes pediram o fim da injustiça social por falta de proteção do Estado e exclusão social. Vários grupos LGBTI ajudaram a organizar o evento, com cada organização participante tendo uma cor designada sob o banner LGBTI+.

A Anistia Internacional de Hong Kong e outras organizações lançaram petições em nome dos trabalhadores. Eles estão chamando o Departamento do Trabalho e Bem-Estar para criar mais medidas de proteção para os trabalhadores migrantes.

Organizações locais de Hong Kong, incluindo a Associação para o Avanço do Feminismo, também marcharam em solidariedade com os trabalhadores imigrantes. Os manifestantes também foram acompanhados por um contingente de Taiwan, que havia marchado em Hong Kong Pride 2018 no dia anterior.