Transexual morta
Transexual morta

Transexual morta com pedradas na cabeça tinha mais de 20 facadas pelo corpo

Adilson Francisco da Silva, 40, conhecido por ‘Fernanda da Biz’, foi violentamente assassinado na madrugada deste domingo (8) em Rio Brilhante. A transexual morta com pedradas e facadas foi encontrada por um caminhoneiro caída às margens de uma estrada conhecida como ‘Estrada da Estiva’ com a cabeça esmagada e perfurações pelo corpo.

De acordo com informações do site Rio Brilhante em Tempo Real, a Polícia Civil e a Perícia Criminal de Dourados foram acionadas e encontraram próximo ao corpo de ‘Fernanda’ duas pedras grandes ensanguentadas, que foram utilizadas para dilacerar a face da trans.

Além das pedradas, a vítima sofreu mais de 20 golpes de faca na nuca e costas. No local também estava sua moto Honda Biz pela qual ela era conhecida, além de um capacete rosa e a carteira de habilitação. Por causa das marcas de sangue identificadas no painel da moto, peritos acreditam que houve luta corporal com o(s) assassino(s).

Transexual morta

Em declaração ao portal, a polícia disse que acredita que o crime tenha acontecido entre a meia-noite e 1h e que o corpo só foi encontrado mais de 2 horas depois do crime, porque o local é de difícil acesso e pouca movimentação. O corpo de Fernanda foi encaminhado ao IML de Dourados e o caso será investigado pela Polícia Civil de Rio Brilhante.

Não há nenhum suspeito até esta publicação e esse é apenas mais um caso de transfobia seguido de morte para aumentar os números que assolam o país em termos de violência contra pessoas trans. Ainda estamos no meio do ano e os números já ultrapassam todo o número de crimes contra pessoas trans de 2017 segundo dados da Rede Trans que revelou que em 2017 foram 180 mortes.

Você tem dados de mortes ou de violência contra pessoas trans em sua cidade? Deixe um comentário.

(Visited 39 times, 1 visits today)