Guia Gay Hornet São Paulo

Guia Gay Hornet São Paulo

Be first to like this.

This post is also available in: English Español Français ไทย Türkçe 繁體中文

São Paulo se orgulha em ser a capital da diversidade. Com a maior Parada do Orgulho LGBT e o maior número de usuários Hornet do mundo oferece opções de passeios e uma das melhores vidas noturnas gays do planeta. Desde o ano passado passou a ter também um dos melhores e maiores carnavais do Brasil, provando que tudo é possível na Pauliceia desvairada. O Estado de São Paulo foi o pioneiro ao criar uma legislação que protege cidadãos LGBT contra discriminação, a Lei 10948 de 2001.

 

Passeios Imperdíveis

 

O Beco do Batman é uma atração obrigatória da Vila Madalena, o bairro boêmio e um dos mais charmosos da cidade. Este famoso beco em zig-zag tem suas paredes cobertas por grafittis de artistas consagrados. Depois de terminar o passeio e fazer montes de selfies, visite a Galeria o Isto É Café, a Queijaria ou um dos inúmeros restaurantes da Vila.

 

Na Avenida Paulista, símbolo da cidade, ficam duas das principais atrações culturais:  o museu mais famoso do Brasil, o MASP e o novo Instituto Moreira Salles. Aos domingos a Paulista fica fechada para carros – ou aberta para pedestres como os paulistanos preferem dizer- e se vira uma espécie de praia, por onde desfilam todas as tribos, músicos se apresentam, pessoas praticam yoga e muitos manifestam seus pontos de vista políticos.

 

Se você quer uma visão panorâmica do centro de São Paulo, não deixe de visitar o Farol Santander. Recém-inaugurado após uma extensa reforma, icônico prédio que reproduz o Empire State Building de Nova York, ganhou uma pista de skate, um mirante e até um apartamento de luxo que pode ser alugado por R$ 3.500 a diária.  Outra vista de tirar o fôlego é do alto do Edifício Itália, na Praça da República, vizinho de outro marco da cidade, o Copan.

 

No Parque do Ibirapuera, o maior de São Paulo, ficam prédios projetados por Niemeyer como a Bienal, a marquise e o Auditório Ibirapuera. Atravessando uma passarela sobre a movimentada Avenida 23 de Maio fica o MAC, o novo Museu de Arte Contemporânea que além de oito andares de exposições e acervo tem também um grande deck para ter uma vista panorâmica da zona verde do Parque do Ibirapuera.

 

São Paulo tem a maior população de descendentes de japoneses fora do Japão. Além do tradicional bairro da Liberdade, que tem uma feirinha famosa entre os paulistanos aos domingos, a Japan House na Avenida Paulista, oferece aos visitantes a oportunidade conhecer mais sobre o Japão contemporâneo através de exposições de novos nomes da arte, design e arquitetura nipônica.

 

Mesmo para quem não curte tanto assim, o Museu do Futebol através de suas salas interativas e instalações tecnológicas oferece uma chance para mergulhar no universo do esporte que faz parte da história e identidade brasileiras.

 

Centro Cultural São Paulo é um espaço multimídia que oferece uma variedade de experiências culturais contemporâneas: galerias de arte, teatros, cinemas, um belo jardim suspenso com horta orgânica, uma gigantesca biblioteca, restaurante além do próprio edifício com sua arquitetura original.

 

Vida Gay

Há muito o que fazer em São Paulo. O charmoso Largo do Arouche é o bairro gay mais tradicional, com bares, cafés, casas noturnas e saunas que atendem todas as tribos gays de segunda a segunda. Destaque para Chilli Peppers, uma das maiores saunas do mundo – e certamente uma das mais agitadas. Nas tardes de sábados a feira na praça Benedito Calixto fica lotada de caras bacanas e o Hornet bomba.

 

Conhece mais lugares incríveis em São Paulo? Conta pra gente seu local favorito nos comentários.

Quantcast