Quantcast
6 coisas que aprendi sobre paus trabalhando em clínica de urologia NSFW

6 coisas que aprendi sobre paus trabalhando em clínica de urologia

Written by R. S. Benedict on December 26, 2018

Além de escrever sobre dildos, muitos de nós no Hornet tem o que fazer da vida, não é? Eu tinha trabalhando para o departamento de saúde masculina de uma clínica de urologia. O trabalho me ensinou vários fatos importantes sobre o pau. E vou contar alguns deles aqui.

1. Micropênis são extremamente raros, mas pênis enterrados não são

O termo micropênis (referindo-se a um pênis menor que 2,8 polegadas quando esticado) é bastante comum, mas a condição é bastante rara. Somente cerca de 0.6% dos homens apresentam essa condição. E, felizmente, é tratável com terapia hormonal e cirurgia em bos clínicas de urologia.

Muitos casos de suspeita de micropênis são os chamados pênis enterrados – um pênis parcialmente oculto por uma condição da pele ou uma camada espessa de gordura abdominal inferior. Muitos bebês gordos têm esse problema: seus pais pensam que têm um micropênis, mas se você pressionar a camada de gordura suprapúbica, a salsicha do bebê emerge como a cabeça de uma tartaruga. O problema é tão comum que o New York Times escreveu um artigo sobre. Além de parecer atarracado, um pênis enterrado pode ser um perigo para a saúde. Eles são mais difíceis de manter limpos, por isso são mais propensos a infecções.

2. Os pais esperam que seus filhos tenham paus gigantes e bonitos

Os pais estão extremamente preocupados que o pau do seu bebê pareça estranho. Eles se preocupam que o garoto tenha muito prepúcio (provavelmente não). Eles se preocupam que não seja reto o suficiente (provavelmente é). Eles se preocupam que seja muito pequeno (senhora, ele tem cinco meses). Sobre isso, o artigo diz:

“Eu vejo a insatisfação com o falo muito regularmente”, disse o Dr. Aseem Shukla, um urologista pediátrico do Hospital Infantil da Filadélfia e professor associado de urologia da Escola de Medicina Perelman da Universidade da Pensilvânia. Ele disse que com garotos de 10 a 11 anos de idade, “uma coisa comum é que o pênis do meu filho é muito curto”.

Na maioria das vezes, a criança está bem. A maioria das crianças supera seus estranhos problemas de pau e, além disso, os paus não são parecidos uns com os outros.

3. Seus maus hábitos vão matar seu pau

Quando se trata de saúde geral, seu pau é como um canário na mina de carvão: ele morrerá cedo quando seus terríveis hábitos começarem a destruir seu corpo.

A disfunção erétil é frequentemente causada por um fluxo sanguíneo ruim para o pênis, então uma dieta que coloque em risco o seu sistema circulatório irá absolutamente matar o seu pênis. Sal, cigarros e gordura saturada…

O excesso de açúcar pode atrapalhar seu pênis também. Você sabia que a diabetes pode fazer seu pé cair? O mesmo pode acontecer com seu pau.

Felizmente, hábitos saudáveis podem salvar seu pênis. Exercício cardiovascular é bom para o seu sistema circulatório e pode ajudar a obter o bombeamento de sangue para o seu pau novamente. Se isso não é motivação para ir à academia…

4. Muitos homens não fazem nada sobre seus paus ruins

Mudanças positivas no estilo de vida e intervenção médica podem tratar a disfunção erétil, baixa testosterona, infertilidade e qualquer número de problemas genitais. No entanto, muitos homens não se incomodam. Eles se recusam a parar de fumar. Eles não tomam as injeções.. Eles não tentam novos tratamentos. Eles apenas meio que se arrastam com seus paus doentes.

Muitos homens vivem com um pênis instável há anos, e só veem um especialista depois que suas esposas os pressionam. É surpreendente. Os homens tendem a ser muito obcecados com seus paus, mas quando se trata de manutenção, eles são realmente negligentes. Muito disso pode ser devido a vergonha. É difícil admitir que o seu pau não está funcionando, e é ainda mais difícil sentar em um pequeno quarto em uma clínica esperando que um cara velho com um casaco branco cutuque seus genitais.

5. Se tudo falhar, coloque um pênis inflável

Se você tem disfunção erétil e nada mais funciona – nem Viagra, nem tratamentos hormonais, nem injeções TriMix – então é hora de tentar um pênis inflável.

Veja como funciona: um tubo fino e macio é implantado cirurgicamente no eixo do pênis. Esta haste pode ser preenchida com solução salina para tornar o pênis ereto e, em seguida, desinflado para tornar o pênis flácido. Isto é conseguido apertando uma bomba implantada no escroto. Quando não está em uso, a solução salina é armazenada em um reservatório implantado no púbis. Está tudo escondido sob a pele, e uma pessoa com o implante parece bem normal.

A maioria dos pacientes está muito feliz com o implante (e seus parceiros também estão felizes).

6. Seu pau estranho é provavelmente bom (e não é tão estranho)

Se seu pau não parece do jeito que você acha que deveria, provavelmente está bem. É curvado para um lado? É provavelmente bom, desde que isso não esteja causando dor a você ou ao seu parceiro. Mas se acha vale a pena ter um pau reto você pode fazer uma série de injeções que sim, funcionam.

Você está sentindo falta de um testículo? Você provavelmente ficará bem. A maioria das pessoas com um testículo está bem.

Tem varizes no seu saco? Você não é tão estranho. Cerca de 1 em cada 10 caras tem varicoceles em algum momento de suas vidas. Elas podem causar dor, infertilidade e diminuição da testosterona, mas muitas vezes eles são perfeitamente inofensivas.

(É claro que, se você estiver preocupado com o seu pau, provavelmente verá um médico).

O que é importante entender é que os pênis não são todos iguais. Variação em tamanho e aparência é natural. Não se estresse com isso. Seu pau (ou o pau do seu bebê gordo) provavelmente está bem.

Sentiu falta de outros fatos importantes? Quais você não conhecia?